Unhas saudáveis

A unha também demonstra a saúde geral dos pacientes, portanto, algumas anomalias podem indicar que existem problemas de saúde e, assim, é importante manter-se sempre em alerta. Muitas vezes, com as atividades do dia a dia, as unhas acabam ficando quebradiças, e as cutículas, com pelinhas levantadas,  isto pode acontecer devido a alguns fatores como: se forem expostas a detergentes, acetona, removedores de esmalte, produtos químicos e calor seco.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Driblar esses problemas não é tão difícil. Tudo o que você precisa é adotar alguns hábitos e investir nos produtos certos.

Fazendo em casa, por conta própria, ou no salão, “fazer as unhas” é um ritual de beleza bastante comum, porém, devemos tomar alguns cuidados importantes ao manipular essa região. Quer saber quais? Então confira abaixo:
 

Escolha o esmalte certo

Existem muitos produtos de manicure que podem causar reações ou alergias nas unhas e nas mãos. Se você é alérgica, atenção ao rótulo: o esmalte não pode conter tolueno, parabenos, formaldeído, cânfora e DBP, ou seja, esmaltes antialérgicos ou que tenham no rótulo o selo de dermatologicamente testado. Caso sinta coceira na pele, lesões avermelhadas ou outros sintomas, é importante interromper o uso e procurar o seu dermatologista o quanto antes.
 

Hidrate as cutículas

Mantenha as cutículas bonitas investindo em dermocosméticos com ativos hidratantes e cicatrizantes - manteiga de karité, glicerina, zinco e manganês - a fim de minimizar os sinais de ressecamento. Ceras, óleos e hidratantes: esses produtinhos são ótimos para evitar que as pelinhas levantem e para fortalecer as unhas. Isso porque são ricos em ceramidas, ativos emolientes e vitamina E. Procure usá-los sempre que lavar as mãos e na hora de dormir.
 

Cuidado com o alicate e lixa

Tirar totalmente as cutículas é irresistível. Mas também perigoso. Sem essa proteção, as unhas ficam mais suscetíveis às bactérias, podendo inflamar. O ideal é ficar com as cutículas intactas e mantê-las hidratadas. Se a tentação for muito grande, procure tirar só o excesso, sem empurrá-las fundo, ok?
Vale ficar atenta às ferramentas de uso do estabelecimento, como o alicate e a lixa de unha: é importante certificar-se que os produtos são descartáveis ou esterilizados. Se preferir, leve todo o material que você tem em casa para o salão.
 

Adeus unhas roídas

Não é questão apenas de ser feio ou bonito. O hábito vai muito além da estética. Geralmente quem come as unhas tem problemas com ansiedade, porém, este hábito é prejudicial. A saliva pode provocar o enfraquecimento, além do que, o ato pode causar machucados e até inflamações. Por isso, experimente lançar mão de bases com sabor amargo – elas vão manter os dedos bem longe da boca. Outra forma é manter as unhas sempre bem-feitas e esmaltadas. Uma vez bonitas, você vai querê-las sempre assim. Força, você consegue!
 

Não lixe a parte de cima da unha

Se você tem o hábito de lixar a parte de cima das unhas, um alerta: essa atitude pode prejudicar bastante a lâmina ungueal. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), ao fazer isso, removemos as camadas naturais de queratina da região, deixando as unhas mais frágeis e finas. Fique atenta e preserve o bem-estar da sua unha.

Caso você observou que apareceu algo diferente em suas unhas é importante procurar um dermatologista. Na maioria dos casos os problemas mais graves são decorrentes a negligência, porém, isto pode ocasionar a perca das unhas, manchas ou irregularidades. Sempre que estiver na dúvida não hesite, procure um profissional.

Pele Dermatologia