Verão x Acne

O Sol pode causar vários danos à nossa pele, para evitá-los e minimizá-los, o protetor solar é item fundamental na rotina de cuidados. Alguns malefícios bem comuns, principalmente nesta época do ano - Verão - são: queimaduras, manchas, fotoenvelhecimento e também o temido câncer de pele. No entanto, também é comum que outro problema aconteça em consequência da exposição excessiva: as espinhas, que normalmente não são associadas a este fato, mas dermatologistas apontam que a acne solar é mais comum do que se imagina.  Leia e saiba mais!

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Como ocorre a doença?

A acne solar está ligada às queimaduras provocadas pela radiação. O que acontece? O sol aumenta a produção de sebo e diminui as células de defesa, piorando a acne. O problema tende a se intensificar no verão e costuma atingir áreas do corpo como rosto, pescoço, ombros, tórax e costas.

Como evitar a Acne Solar?

Na estação mais quente do ano, o nosso melhor amigo é, sem dúvidas, o filtro solar! Têm alguma dúvida? Saiba que o produto é o principal aliado na prevenção deste tipo de acne, além de ajudar a proteger o corpo e o rosto dos outros efeitos nocivos da radiação. No entanto, é preciso que o dermocosmético escolhido tenha fórmula livre de óleo para que não agrave o problema. Procure produtos com textura gel, gel-creme, serum ou toque seco que sejam rapidamente absorvidas pela pele, e a mantenha sequinha ao decorrer das horas.

Procure o seu dermatologista

Depois de instalada, o tratamento da acne solar é similar ao da comum. O ideal, sempre, é procurar um dermatologista para que ele analise o seu caso e indique os produtos adequados para uma rotina impecável. Alguns dos itens essenciais para o ritual de beleza? Gel de limpeza, tônico sem álcool, esfoliante suave e hidratante em gel, são sempre boas opções. 

Além de tudo, é fundamental lembrar que não espremer as espinhas é essencial para não provocar marcas e infecções. Se liga! 

 

Pele Dermatologia