Axilas

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Quando falamos de cuidados com a pele, damos prioridade às áreas mais expostas do corpo, como o rosto, as mãos e as pernas, esquecendo que muitos cantinhos ressecados e predispostos a problemas, também devem ser lembrados, como as axilas. Você sabe a melhor maneira de manter essa região lisa, bonita e sem se preocupar com as manchas escuras? Então descubra 4 cuidados para você ter com as axilas!

1) Detalhes na hora do banho

O cuidado com as axilas precisa começar debaixo do chuveiro. Por isso, não esqueça de higienizar bem a região. Com um sabonete e uma esponja bem macia, faça movimentos leves e enxágue. Outro ponto importante é na hora de secar a área. Assim como os dedos dos pés, as axilas são dobras que sofrem atrito constantemente, e, por isso, são mais suscetíveis ao acúmulo de bactérias e fungos, podendo causar irritação e mau cheiro ao longo do dia. Para evitar esse cenário, lembre-se de secar bem o local.

 

2) Atenção na hora da depilação

Especialmente para as axilas, a depilação à laser e com cera são as mais indicadas, pois evitam irritações. A lâmina, embora seja muito utilizada, provoca uma agressão maior e, além disso, aumenta o risco de assaduras e infecções, caso esteja contaminada ou com qualquer sujeirinha acumulada.

 

3) Não abuse do desodorante

Muita gente tem o hábito de reforçar o uso do desodorante ao longo do dia com medo de ficar com mau cheiro. Entretanto, é importante saber que aplicar o produto diversas vezes pode obstruir os poros e causar episódios de coceira e/ou vermelhidão. Para se sentir mais segura, aposte em dermocosméticos com 48 horas de ação - que mantêm a área sequinha e cheirosa por muito mais tempo.

 

4) Evite desodorantes com álcool na fórmula

Qualquer produto com álcool em sua formulação pode causar irritação na pele. Portanto, prefira desodorantes sem a substância e com ativos que suavizam e clareiam as axilas. Desta forma, você vai manter a região mais uniforme, lisa e saudável.

Para ficar livre das manchas a alternativa é fazer depilação a laser, assim é possível eliminar o pelo por completo, pois é possível acabar também com o escurecimento da região, que é consequência da inflamação do próprio pêlo, pois nestes casos eles podem encravar e manchar a pele. 

Gostou das dicas? Não esqueça de conversar com o seu dermatologista, para que ele indique os melhores produtos, de acordo com as suas necessidades.

Pele Dermatologia