Glitter faz mal pra pele?

No carnaval, nenhuma foliã quer deixar o Glitter de lado. Afinal, a purpurina garante um visual divertido e estiloso, além de deixar a make e a fantasia ainda mais bonitas. Dos blocos de rua à avenida, os foliões usam e abusam dele para deixar o visual mais colorido e divertido. Mas será que o glitter pode de alguma forma prejudicar a pele? Bem, a dupla pode sim fazer parte da maquiagem de folia, mas você deve ter alguns cuidados. Quer saber quais? Então confira:

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

 

Aplicação de glitter em todas as áreas do rosto

O glitter pode, sim, ser aplicado em todo o rosto e corpo, mas é preciso ter cuidado nas regiões dos olhos e do nariz, pois essas áreas são mais sensíveis e sujeitas a irritação. A região ao redor dos olhos é muito delicada e precisa de ainda mais atenção, caso aplique nas pálpebras, não coce ou passe a mão, pois o pó pode cair nos seus olhos, além disso, nada de friccionar a pele, pois ela pode ficar irritada e machucada.

Vale lembrar que o glitter também não deve ser aplicado em áreas previamente irritadas ou sobre feridas com o risco de contaminação secundária.

 

Sensibilidade ao material

Lembre-se que o glitter não é um material próprio para passar na pele, logo, ficar com ele o dia todo, debaixo do sol e sob calor intenso, pode sim provocar reações alérgicas. Por isso, o ideal é escolher versões hipoalergênicas e não muito pesadas, para evitar situações assim. Além disso, é preciso testar antes os produtos aplicados na pele, tanto o glitter como as pedrinhas de strass.

Como preparar a pele para a aplicação de glitter?

No dia de aplicar a purpurina você precisa seguir alguns passos:

1. Limpe com um sabonete facial: o primeiro passo para cuidar da pele do rosto é fazer uma boa limpeza facial. Higienizar corretamente a pele com um gel de limpeza adequado e tonificá-la para regularizar seu pH;

2. Hidrate: Logo em seguida, vem a hidratação, para diminuir o risco de sensibilizações e alergias. Aposte em um creme hidratante específico para o seu tipo de pele - normal, mista ou oleosa - e que tenham toque seco, para não deixar a pele com aspecto oleoso, na folia.

3. Aplique um gloss transparente ou protetor labial: para garantir uma aplicação perfeita, é preciso demarcar a área em que o produto vai ser aplicado. Uma boa dica para que o glitter grude na pele é utilizar protetor labial na área que deseja aplicar, um gloss transparente ou mesmo, um fixador de maquiagem.

 

Como remover o glitter?

Ao fim do dia, retirar o glitter pode parecer difícil, e acaba sendo o sonho de toda foliã. Para ajudar neste processo, aposte em um produto multifunções como a água micelar. Além de limpar e tratar a pele ao mesmo tempo, ele remove o pozinho brilhoso com rapidez. Use um algodão umedecido com o produto em movimentos circulares. Mas nada de esfregar a pele, ok?

Outra dica é usar um óleo para remover o glitter do corpo. Um produto fácil para a remoção é o óleo corporal ou um demaquilante bifásico, que minimiza aderências, facilitando a retirada, mas atenção: não esfregue o algodão  na pele do corpo na hora de remover a purpurina. Afinal, esse contato pode fazer com que o atrito do acessório crie dermatites e alergias na superfície da pele.

Pronta para brilhar nesse carnaval?

Pele Dermatologia